monitoramento de manchas e pintas

Porque o monitoramento de manchas e pintas no corpo

Em um país tropical com alta incidência de exposição aos raios ultravioletas, cuidados com o aparecimento e acompanhamento de nevus, também conhecido com pintas, faz parte da rotina de prevenção e tratamento da sua saúde.

Alguns sinais são indicativos que há divisão das células e consequentemente pode originar câncer de pele.:

  • Crescimento rápido do nevus
  • Alteração da cor
  • Bordas irregulares
  • Sangramento e/ou coceira do nevus sem causa aparente
  • Halo vermelho ou branco ao redor do nevus

Porém , devido a localização do nevus ou a falta de tempo, alterações podem passar desapercebidas.

Para orientar e cuidar mais dos pacientes, pode-se solicitar exame computadorizado de mapeamento de nevus corporal, onde todos os nevus do corpo são numerados, avaliados e digitalizados para acompanhamento da evolução desses nevus .

Diante dessa estratégia, o seguimento desses pacientes é realizado de forma mais objetiva e eficaz.

Agende sua consulta e tenha monitoramento de manchas e pintas

Dra. Cristina Pires Camargo – CRM 65353

  • Médica formada pela Universidade de São Paulo em 1989.
  • Realizou residência médica em cirurgia geral e cirurgia plástica pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de São Paulo.
  • Ao longo da sua formação cursou vários cursos e estágios de especialização em cosmetologia, pesquisa clínica.

Residência Médica

  • Cirurgia geral (1990-1991) – Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo.
  • Cirurgia Plástica (1992-1994) – Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo.

Estágio Estrangeiro

  • Serviço de Cirurgia Plástica e Reconstrutiva do Aparelho Locomotor na Universidade de Nancy, chefiado pelo Prof. Dr. Michel Merle em Março de 1994.

Colaboração em livros

1. Manual de Microcirurgia em colaboração com M.C. Ferreira, P. Tuma Jr., G.T. Bonamichi, C.P. Camargo a ser editado pela EDUSP.
2. Condutas de Cirurgia Plástica nos traumatismos, Disciplina de Cirurgia Plástica e Queimaduras da Faculdade da Universidade de São Paulo Prof. Dr. Marcus Castro Ferreira – Publicado em 1991 pela Johnson amp; Johnson.

3. Condutas de Cirurgia Plástica para cirurgião geral. Ano I-volume 3.1995. Editor convidado Prof. Dr. Marcus Castro Ferreira pelo Congresso Brasileiro de Cirurgiões. Editora Robe.

4. Cirurgia Plástica. Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica Estética e Reconstrutiva. Regional São Paulo. 1995. Editora Ateneu.

5. Tratado de Medicina Estética. Editor Mauricio de Maio. 2004. Editora Roca – Autora do capítulo de Lipodistrofia.

6. Co-autora de Entendendo Cosmecêuticos. Diagnóstico e tratamento. Sara Bentler. Editora Santos . segunda edição.2011.

Associações

  • Associação Paulista de Medicina desde 1992.
  • Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica desde 1992, como Membro Associado.
  • Plastic Surgery Research Council desde 2014.

 Currículo Lattes – Acesse Aqui